CBL: a empresa que aposta no lítio há 32 anos

XXV PRÊMIO MINAS – DESEMPENHO EMPRESARIAL – MELHORES E MAIORES – MERCADOCOMUM – 30 ANOS

A CBL-Cia. Brasileira de Lítio é premiada neste 25º Prêmio Minas – Desempenho Empresarial – Melhores e Maiores – MercadoComum – 30 Anos na Categoria Empresa Excelência de Minas Gerais.

A “coqueluche” do carro elétrico como determinante para a descarbonização da atmosfera, da qual irrompeu um bombardeio de noticiário sobre investimentos milionários, novas tecnologias e novos players no mercado, também revelou, no sertão de Minas Gerais, um discreto e eficiente agente econômico. No Vale do Jequitinhonha uma empresa produz, há 32 anos, o repentinamente famoso lítio -mineral essencial à produção da bateria do carro elétrico-que tem atendido plenamente ao mercado brasileiro de diversos produtos derivados daquele mineral e domina a produção do lítio grau bateria. E não fica nisso: desde 2019 exporta o lítio para sete países.

“A CBL-Companhia Brasileira de Lítio é uma empresa de capital 100% nacional, seus fundadores permanecem detentores do capital e temos orgulho de contribuir há três décadas para a economia dos municípios de Araçuaí e Itinga, onde se encontra a nossa mina, e para o município de Divisa Alegre, onde está instalada a planta química, ambas as atividades com reflexos positivos para a região”, informa o C.E.O. da empresa, Vinícius Alvarenga, que prossegue: “A sobriedade, característica do espírito mineiro, é um elemento marcante na conduta da CBL, o que faz que sejam recebidas com surpresa – no contexto de entusiasmo do advento dos veículos elétricos e a participação do lítio como insumo relevante para a bateria – conquistas alcançadas pela nossa empresa, tais como: a primeira empresa brasileira a exportar o concentrado de espodumênio, servindo à indústria de bateria de outros continentes; possuidora da única planta química fora da China, na qual o concentrado de espodumênio é convertido em produtos químicos de alta pureza; por essa razão, única empresa brasileira capacitada a produzir o carbonato de lítio que atende à especificação “grau bateria”(CLGB); única em estágio avançado para produzir hidróxido de lítio  com 99,99% de pureza para a indústria nuclear, mediante acordo com o IPEN -Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares; única a produzir carbonato de lítio com 99,5% de pureza para a indústria farmoquímica, cerâmica e metalurgia; única a produzir o hidróxido de lítio e carbonato de lítio industrial para graxas lubrificantes de alta performance e vidros especiais.” 

A contribuição da Companhia Brasileira de Lítio para a descarbonização da atmosfera tem sido obtida, segundo seu principal gestor, pela prática reiterada de um propósito e por meio de metodologias e processos por ela utilizados e desenvolvidos. Sua diferenciação começa por operar uma mina subterrânea que reduz a necessidade de movimentação de grandes massas de material estéril e rejeito reduzindo o uso de combustíveis fósseis e explosivos. O processo de separação por meio denso, combinado com Ore Sorter por raio x, para obter o concentrado de pegmatito eleva o teor do lítio para, aproximadamente, de 1.3% para 5.5%. Pegmatitos de lítio de rocha dura contém menos contaminantes do que o obtido de salares, resultando em produtos com maior pureza. Salienta o C.E.O da CBL que a determinação de ter na sustentabilidade ambiental um valor praticado desde os primeiros tempos da empresa lhe proporciona hoje ser detentora das certificações ISO 14001 SGA (Sistema de Gestão Ambiental), ISO 90001 DGO (Sistema de Gestão da Qualidade) e ISO 45001 (Norma internacional para o Sistema de Saúde e Segurança). Nunca foi registrado um acidente grave, nem passivos e acidentes ambientais. A empresa recircula mais de 90% da água necessária aos processos industriais e não faz uso de barragens.

CBL a empresa que aposta no lítio há 32 anos .

Concluindo seu relato exclusivo para MercadoComum, afirmou Vinícius Alvarenga que o status da CBL neste terceiro trimestre de 2023 destaca os bons resultados de um plano de expansão que proporcionou a triplicação da produção da empresa, seguindo-se uma pesquisa para fundamentar nova etapa de expansão com o propósito de novamente triplicar a produção até o ano de 2027. Para que a CBL e as empresas que estão chegando para contribuir para a consolidação desenvolvimento do Vale do Lítio se sintam estimuladas a prosseguir investindo, ele entende ser crucial que o governo federal formule com urgência uma política de apoio à cadeia produtiva do lítio e à eletrificação da frota da indústria automobilística brasileira, com um plano de incentivos à exemplo do que é praticado pelos países industrializados. “O governo de Minas deve ser precursor desse esforço, proporcionando uma malha rodoviária de qualidade e, por meio da Cemig, agilizar a instalação das linhas de transmissão”, enfatizou.

MERCADOCOMUM estará circulando em dezembro com uma edição especial impressa e outra eletrônica trazendo matérias sobre os premiados, as empresas/instituições e personalidades, destacando a relevância da premiação para a economia e o desenvolvimento de Minas Gerais. Cabe ainda ressaltar a importância da realização desse evento, que reúne expressiva parcela formadora do PIB mineiro e obtém ampla repercussão da mídia em geral. Nesta edição especial constará o descritivo do XXVII Ranking de Empresas Mineiras, listando-se as “500 Maiores Empresas de Minas – 2023” – em ordem alfabética, por setor econômico, receita operacional líquida, resultado, patrimônio líquido e ativos totais.

MercadoComum, ora em seu 30º ano de circulação e em sua 324ª edição é enviado, mensalmente, a um público constituído por 118 mil pessoas formadoras de opinião em todo o país, diretamente via email e Linkedin, Whatsapp/Telegram, além de disponibilizar, para acesso, o seu site www.mercadocomum.com, juntamente com as suas edições anteriores. 

De acordo com estatísticas do Google Analytics Search a publicação MercadoComum obteve – no período de outubro de 2022 a agosto de 2023 – 9,56 milhões de visualizações – das quais, 1.016.327 ocorreram de 14 de agosto a 10 de setembro/2023.

Tráfego orgânico MercadoComum bY SEO MUNIZ

O XXV Prêmio Minas – Desempenho Empresarial – Melhores e Maiores Empresas – MercadoComum – 2023 conta com o apoio da ACMINAS – Associação Comercial e Empresarial de Minas; ASSEMG – Associação dos Economistas de Minas Gerais; Fórum JK de Desenvolvimento Econômico; IBEF – Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças de Minas Gerais e MinasPart- Desenvolvimento Empresarial e Econômico Ltda

O prazo para reserva de espaço para as publicidades na edição especial de MC será até o dia 31 de outubro e, a entrega de materiais, até o dia 16 de novembro.

As empresas agraciadas que participarem desta premiação, através da veiculação de uma página de publicidade na edição especial impressa e eletrônica, bem como no site desta publicação, além de um descritivo institucional sobre as mesmas receberão, também, um diploma impresso em papel especial, um troféu em aço inox e terão direito, adicionalmente, a uma mesa exclusiva de 8 lugares para a solenidade de premiação e jantar de confraternização. Também participarão de um almoço especial que ocorrerá em dezembro, em Lagoa Santa-MG, em homenagem aos agraciados.

Rota

Sua localização:

Mercado Comum: Jornal on-line - BH - Cultura - Economia - Política e Variedades

Rua Padre Odorico, 128 – Sobreloja São Pedro
Belo Horizonte, Minas Gerais 30330-040
Brasil
Telefone: (0xx31) 3281-6474
Fax: (0xx31) 3223-1559
Email: revistamc@uol.com.br
URL: https://www.mercadocomum.com/
DomingoAberto 24 horas
SegundaAberto 24 horas
TerçaAberto 24 horas
QuartaAberto 24 horas
QuintaAberto 24 horas
SextaAberto 24 horas
SábadoAberto 24 horas
Anúncio