Os festejos chegaram. É tempo de espumante e champ

Inimá Souza*

Sim, champanhe é espumante. Ou além, é a emblemática cara do espumante. Refinado, elegante, encantador e nobre – afinal, indefectivelmente, durante séculos, foi a bebida das libações alcoólicas nas cortes e nas monarquias europeias -, não tem semelhança com qualquer outro vinho.

A estas alturas, é redundante dizer que é um vinho elaborado e produzido na região de Champanhe; a qual se compõe de cinco grandes sub-regiões: Montagne de Reims, Côte des Blancs, Côte de Sézanne, Côte de Bar e Vallé de la Marne; e, cada destas, com identidade geográfica bem definida.

Famosa pelo espumante mais famoso do mundo, a região de Champanhe produz também vinhos tranquilos, brancos, tintos e rosés, mas, em escala infinitamente menor, e a maioria dos viticultores vende parte de sua colheita às adegas da região, gerando, em decorrência, a classificação de “cru” para as uvas. Pierre Pérignon de Hautvillers, não se deve esquecer a contribuição de outros importantes personagens no seu desenvolvimento; a exemplo de Nicole Ponsardin, que vem a ser a famosa viúva Clicquot, a quem é atribuída a remuage – que livra o conteúdo da garrafa das leveduras mortas. Que o diga, o champanhe Veuve  Clicquot Ponsardin.

Erroneamente, e com frequência, chamados de champanhe, os espumantes são produzidos em todas as regiões vinícolas mundo afora; com inquestionável distinção para a França – por razões óbvias, inclusive pelos espumantes elaborados nas demais regiões francesas, conhecidos como crémants.

O espumante brasileiro, ah¹ O espumante brasileiro¹ Acidez perfeitamente integrada, jovial, alegre, festivo, soma sucessivas medalhas em concursos internacionais, o que confirma o seu alto padrão, e pronto para atender o maior nível de exigência.

Que venham os festejos, os borbulhantes espumantes, histórica e culturalmente, são parte deles.

BODEGA IRIBARREM

Distinguido pelo amigo, Renato Vieira, possuidor da mais ampla relação com o mercado mineiro, participei, nos últimos dias, de reunião com Alanderson Larroza, da Bodega Iribarrem, a mais nova vinícola instalada no Vale dos Vinhedos. Sonho de Ramiro Iribarrem, a vinícola tem projeto ambicioso para os seus vinhos. A primeira colheita ocorreu em 2020, com a uva Chardonnay.

Segundo Larroza, o conceito de modernidade e o extraordinário compromisso com a qualidade na elaboração dos vinhos, obedecem à nova tendência do mercado nacional. Entre os vinhos degustados, um Chardonnay, digno de elogios. Também o Pinot Noir e o Touriga Nacional. Todos da linha Iribarrem, com ótima relação qualidade/preço. A Vinícola tem como vinhos de entrada a linha Basco Loco. Sucessos.

Tim, tim.

*([email protected])

MERCADOCOMUM estará circulando em dezembro com uma edição especial impressa e outra eletrônica trazendo matérias sobre os premiados, as empresas/instituições e personalidades, destacando a relevância da premiação para a economia e o desenvolvimento de Minas Gerais. Cabe ainda ressaltar a importância da realização desse evento, que reúne expressiva parcela formadora do PIB mineiro e obtém ampla repercussão da mídia em geral. Nesta edição especial constará o descritivo do XXVII Ranking de Empresas Mineiras, listando-se as “500 Maiores Empresas de Minas – 2023” – em ordem alfabética, por setor econômico, receita operacional líquida, resultado, patrimônio líquido e ativos totais.

MercadoComum, ora em seu 30º ano de circulação e em sua 324ª edição é enviado, mensalmente, a um público constituído por 118 mil pessoas formadoras de opinião em todo o país, diretamente via email e Linkedin, Whatsapp/Telegram, além de disponibilizar, para acesso, o seu site www.mercadocomum.com, juntamente com as suas edições anteriores. 

De acordo com estatísticas do Google Analytics Search a publicação MercadoComum obteve – no período de outubro de 2022 a agosto de 2023 – 9,56 milhões de visualizações – das quais, 1.016.327 ocorreram de 14 de agosto a 10 de setembro/2023.

Tráfego orgânico MercadoComum bY SEO MUNIZ

O XXV Prêmio Minas – Desempenho Empresarial – Melhores e Maiores Empresas – MercadoComum – 2023 conta com o apoio da ACMINAS – Associação Comercial e Empresarial de Minas; ASSEMG – Associação dos Economistas de Minas Gerais; Fórum JK de Desenvolvimento Econômico; IBEF – Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças de Minas Gerais e MinasPart- Desenvolvimento Empresarial e Econômico Ltda

O prazo para reserva de espaço para as publicidades na edição especial de MC será até o dia 31 de outubro e, a entrega de materiais, até o dia 16 de novembro.

As empresas agraciadas que participarem desta premiação, através da veiculação de uma página de publicidade na edição especial impressa e eletrônica, bem como no site desta publicação, além de um descritivo institucional sobre as mesmas receberão, também, um diploma impresso em papel especial, um troféu em aço inox e terão direito, adicionalmente, a uma mesa exclusiva de 8 lugares para a solenidade de premiação e jantar de confraternização. Também participarão de um almoço especial que ocorrerá em dezembro, em Lagoa Santa-MG, em homenagem aos agraciados.

Rota

Sua localização:

Mercado Comum: Jornal on-line - BH - Cultura - Economia - Política e Variedades

Rua Padre Odorico, 128 – Sobreloja São Pedro
Belo Horizonte, Minas Gerais 30330-040
Brasil
Telefone: (0xx31) 3281-6474
Fax: (0xx31) 3223-1559
Email: revistamc@uol.com.br
URL: https://www.mercadocomum.com/
DomingoAberto 24 horas
SegundaAberto 24 horas
TerçaAberto 24 horas
QuartaAberto 24 horas
QuintaAberto 24 horas
SextaAberto 24 horas
SábadoAberto 24 horas
Anúncio