Minas e o Brasil perdem o ex-ministro Alysson Paolinelli, considerado um dos maiores nomes da agricultura mundial
Minas e o Brasil perdem o ex-ministro Alysson Paolinelli, considerado um dos maiores nomes da agricultura mundial
Foto de 1996, durante visita à sede de MercadoComum

Faleceu aos 86 anos, em Belo Horizonte-MG., na quinta-feira, dia 29 de junho, o ex-ministro da Agricultura Alysson Paolinelli. Nascido em Bambuí, formou-se em agronomia pela Escola Superior de Agronomia de Lavras.

Professor universitário, Alysson Paolinelli é apontado por muitos como um dos maiores nomes da agricultura brasileira e grande defensor da segurança alimentar mundial. Ele foi 

 um dos principais responsáveis pela introdução da tecnologia na produção agrícola, contribuindo para que o Brasil se tornasse uma potência no setor. 

Ex-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Paolinelli foi um dos nomes mais destacados da agropecuária brasileira. Seu trabalho como ministro, entre 1974 e 1979, no governo de Ernesto Geisel, está na origem da grande expansão que o setor experimentou nas últimas décadas.

No período em que esteve à frente do ministério, Paolinelli criou a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que teve papel fundamental na revolução agrícola do Brasil, baseada em ciência e tecnologia. As ações do ministro foram preponderantes para que o país passasse a ocupar uma posição de liderança na produção mundial de alimentos.

Mineiro nascido em Bambuí, Alysson Paolinelli foi deputado federal constituinte e secretário de Agricultura de Minas Gerais por três vezes. Em seus cargos públicos, idealizou e implementou diversos programas de crédito agrícola, projetos de colonização e assentamento, e políticas gerais de desenvolvimento do setor. Foi essencial para o alargamento da área agricultável no país, com expansão para o Cerrado.

Sempre otimista e animado, Paolinelli gostava de contar como o Brasil passou de importador de alimentos para exportador, abastecendo o seu mercado interno, por meio do desenvolvimento de uma agricultura tropical e sustentável, gerada nos laboratórios e campos experimentais da Embrapa, nas empresas que aqui se formaram e na grande vocação dos agricultores. 

Pela importância de sua atuação na segurança alimentar mundial, foi premiado com o prestigioso World Food Prize e chegou a ser indicado para o Prêmio Nobel da Paz por duas vezes. Na última década, à frente do Instituto Fórum do Futuro, Paolinelli esteve imerso no debate sobre o desenvolvimento sustentável, com base na pesquisa científica e tecnológica.

Há alguns meses, Paolinelli fez uma cirurgia e colocou uma prótese no quadril. Após o procedimento, ele teve uma gripe muito forte, que levou à uma pneumonia e afetou gravemente a sua saúde e o deixou fragilizado.  As medicações para o restabelecimento da cirurgia comprometeram os rins e também levaram a outras complicações do aparelho respiratório. Ele ficou um mês hospitalizado.

Em 2021 Alysson Paolinelli participou, como conferencista, de uma webinar intitulada “Agropecuária brasileira: cenários, desafios e oportunidades”, promovida por MercadoComuk

Seu falecimento deixa uma enorme lacuna no setor produtivo brasileiro. Seu exemplo de empresário e homem público seguirá como uma inspiração para todos os que trabalham pelo desenvolvimento econômico e social do Brasil.

Mercado Comum: Jornal on-line - BH - Cultura - Economia - Política e Variedades

Rua Padre Odorico, 128 – Sobreloja São Pedro
Belo Horizonte, Minas Gerais 30330-040
Brasil
Telefone: (0xx31) 3281-6474
Fax: (0xx31) 3223-1559
Email: revistamc@uol.com.br
URL: https://www.mercadocomum.com/
Anúncio